O dragãozinho traz textos de cultura pop, abordando temas como livro, filmes, séries e quadrinhos, além de alguns posts de assuntos diversos.

Íris Púrpura – Pandros [Os Guerreiros de Alquemena: A Jornada de Lorenai]


banner alquemena

Uma jornada de autoconhecimento e descobertas. Prestes a completar 16 Ciclos, a jovem princesa – órfã de pai e mãe – Lorenai, vê-se com a incrível missão de descobrir a verdade sobre o desaparecimento de sua mãe, a rainha Alquemena Una, e de aprender a combater o mal que assola seu mundo. Em suas andanças pelo reino, receberá a ajuda de dois jovens e destemidos guerreiros. Talvez não tão guerreiros, ou destemidos. Descubra junto com Lorenai as belezas e encantos de Asgaha e embarque nessa jornada rumo ao desconhecido.

Arwen


Capa do conto Íris Púrpura - Os guerreiros de alquemena

Está em pré-venda pela editora Arwen o livro Os Guerreiros de Alquemena: A Jornada de Lorenai. Para divulgar o livro e instigar a curiosidade, o autor disponibilizou uma série de contos no Wattpad, intitulada A Bolsa de Contos de Naví, para apresentar as personagens e mais algumas informações sobre o universo da história. Os contos trazem elementos da trama principal, mas não tem o mesmo foco do livro, servindo apenas para introduzir as personagens.

O quinto conto disponibilizado foi Íris Purpura, que apresenta a personagem Pandros. Você pode acessar o conto aqui. O tom dessa narrativa já foi diferente de Sangue de Dragão, acompanhando a personalidade da personagem. A história traz Pandros, o Conselheiro da Rainha, que está administrando o reino enquanto Leranai não possui idade o suficiente para reinar. Como Lorenai não tem participação no conto, não foi possível entender como é a relação deles ou como ele veio a se tornar Conselheiro.

Embora a personagem já tenha me agradado bem mais que Gideon, foi contado pouco sobre ele. Sabe-se que Pandros sofre com diversas vozes em sua cabeça que o atormentam o tempo todo, e ele busca a ajuda da Deusa da Luz para silenciá-las, mas a história também mostra que há algo que a Deusa não aprova nele.

Embora a personagem em si tenha chamado bastante a minha atenção, não gostei muito do estilo da narrativa do conto, que focava muito em descrições, às vezes interrompendo o curso das ações para isso. Acredito que a forma como foram encaixadas no texto que me incomodou, pois gostei de poder conhecer um pouco mais sobre o universo onde a história se passa, e acredito que Pandros vá ser uma personagem interessante de se ver no livro.


capa-os-guerreiros-de-alquemenaDetalhes do livro:

 

Título: Os guerreiros de Alquemena – A jornada de Lorenai

Autor: Delson Neto

Gênero: Fantasia

Editora: Arwen

Páginas: 523

Ano: 2016


ComprarFacebook | Instagram

Relacionados

Have any Question or Comment?

One comment on “Íris Púrpura – Pandros [Os Guerreiros de Alquemena: A Jornada de Lorenai]

Ah, que pena que ocorreu essa confusão com as descrições! Realmente este conto nunca teve a ideia de ter ‘ação’, então por isso essa mescla pode não ter funcionado direito para quem eventualmente compartilhar da sua visão também. Inclusive, curiosidade, ele é o mais curtinho de todos justamente por eu não ver como a ação entraria alI! HAHA então você leu minha mente 😛 quem sabe numa oportunidade em que eu os publique de maneira menos ‘amadora’, eu reescreva para dar um upgrade. No mais, fico feliz que Pandros tenha te deixado mais curiosa do que o chatonildo do Gideon! HAHAHA Obrigado de verdade pela resenha e sucesso pra ti!

Reply

Deixe uma resposta