O dragãozinho traz textos de cultura pop, abordando temas como livro, filmes, séries e quadrinhos, além de alguns posts de assuntos diversos.

Contos – Nina Spim [Resenha]


Nina Spim é autora dos contos “Heart and Love” e “Coisas, definitivamente, de Amélia”, das Antologias Amor nas Entrelinhas e Aquarela, da editora Andross e do conto “Roda-gigante”, publicado online na revista Fluxo. “No Silêncio de um retrato” (Antologia Ridículas Cartas de Amor, 2015), “Entre as cinzas e o fogo” (Antologia Valquírias, 2017) e poemas (Antologia Ondas Poéticas, 2016) foram publicados pela Darda Editora.

E mais três contos publicados na Amazon, que são os resenhados aqui, “Caleidoscópio”, “Imersão” e “Sutilmente”.

Resenhas

Sutilmente

“A invisibilidade de uma alegria prejudica quem somos, pois ficamos existindo pela metade. E eu sempre gostei de ser inteira.”

SutilmenteSutilmente segue um formato de carta, onde uma das personagens narra em primeira pessoa se dirigindo à outra. O conto se passa em uma manhã de aula. As personagens tem 13 anos e estão no colégio. A história gira em torno de uma aluna nova que em seu primeiro dia de aula chama a atenção da protagonista. O período em que a história se passa é bem curto, mas ele traz diversos sentimentos e sensações, além de descrições detalhadas de ações e comportamentos, aprofundando bastante o conto.

A história consegue abordar tanto a amizade e as dificuldades da troca e escola como o amor em um conto curtinho e muito bem escrito. Embora os acontecimentos pareçam cotidianos, é no significado deles que se encontra a graça do conto.

“O começo é apenas o primeiro passo. Todo mundo é capaz de fazê-lo. Mas há pessoas que se privam de continuar a caminhar, simplesmente porque têm receio das consequências.”

 

Imersão

“Tinha dito, certa vez, que não existiam mais motivos para pensar na morte, pois eu havia entrado em sua vida. Achei bonito – achei que fosse verdade. Era. Foi, até que a fragilidade inerente lhe tomou posse com mais força.”

ImersãoImersão nos apresenta Caio e Lou, um casal, hoje adulto, que se conhece desde o ensino fundamental. O conto é narrado por Caio, que fala sobre algumas dificuldades que encontrou e sobre a postura que precisou adotar em relação a Lou, sua esposa.

Lou sofre de depressão e embora dissesse (e até aparentasse) estar bem, alguns acontecimentos a levam a precisar de um apoio maior de seu marido.

O conto é bem curto e leve, falando um pouco do que Caio sente por Lou e sobre as dificuldades que ela enfrenta, mas ainda muito interessante. Em especial, para quem se interessa por questões psicológicas.

 

Caleidoscópio

“Sinta, não veja. Confie no seu instinto, não no que está a sua frente. Quem muito vê enxerga somente aquilo que lhe é conveniente.”

CaleidoscópioJúlia nasceu três anos depois de Daniel. Suas mães sempre foram muito amigas, então os dois se conhecem desde pequenos.

A história é contada do ponto de vista de Júlia, que quando criança, não entendia porque Daniel não podia andar de bicicleta ou jogar bola com ela, ficando a maior parte do tempo sentado na sala.

Daniel lhe explica que assim como um personagem de uma história que eles leram, ele não enxergava, e por isso não conseguia participar de todas as brincadeiras com ela.

Ao contrário das histórias tristes das quais já estamos cansados de ver, o conto traz uma história feliz entre os dois, mostrando amizade, companheirismo e aceitação.

“Então, percebi que as pessoas quase nunca esperam beleza de alguém que não sabe o que é esse conceito. Essa foi a minha maior lição.”

*Os contos foram cedidos pela autora para resenha.

Relacionados

Have any Question or Comment?

One comment on “Contos – Nina Spim [Resenha]

Oie!

Muito obrigada pelo review, adorei saber suas opiniões! <333
Obrigada pela parceria!

Love, Nina.

Reply

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: